Calendário Maia - Calendário Sagrado - Tzolkin


Crocodilo/Nenúfar

Nome Calendário Maia Yukateko (técnico): Imix
Nome Calendário Maia Yukateko (popular): Imix
Nome Calendário Maia Ch’ol: Imux
Nome Calendário Maia K’iche’: Imox
Nome Calendário Mexica/Nahua (Asteca): Cipactli
Nome Calendário Zapoteca: Chilla

Conhecido como Crocodilo, Jacaré, “Dragão do Mar”, Vinho, Nenúfar ou “Flor de Lótus”.

NOTA: As informações contidas nesta página são oriundas de publicações e documentos selecionados. Privilegiamos fontes acadêmicas e nativas por compromisso ético. Não recomendamos qualquer uso descontextualizado do conteúdo.


Imox

SIGNIFICADO DO GLIFO:
O glifo representa um copo com água. A parte superior é a boca; as linhas verticais representam a forma arredondada do copo. Também representa o seio materno, pronto para prover a criança com o leite. Representa também uma mão esticada para baixo.

NA EPIGRAFIA:
De acordo com John Montgomery, representa um nenúfar estilizado. Inclui um círculo que se encontra com o topo e cujo interior é frequentemente tracejado, e abaixo disso existem pequenos círculos formando um arco e várias linhas verticais curvas e paralelas junto à base. A forma personificada do dia representa o monstro nenúfar.

Para David Stuart, trata-se de uma serpente aquática. Imix, ou seu nome alternativo Imox, refere-se à uma criatura aquosa mítica que chamamos de Serpente Aquática, um importante espírito animado associado a rios, lagos e piscinas. A cabeça dessa criatura fantástica pode aparecer como glifo do dia, mas uma forma mais comum de Imix é um glifo que em outros contextos significa ba’, “água” na escrita maia. Essa forma abstrata, que mostra um círculo interno sobre uma série de curtas listras verticais, uma representação cuja origem remete a um nenúfar florido. Em qualquer lugar da Mesoamérica, o primeiro dia tem significados similares.

EM DOCUMENTO MAIA CONTEMPORÂNEO:
Literalmente cooperação. Símbolo da cooperação e comunidade. Dia para aproveitar a conjunção de esforços, para alcançar unidade com os demais, iniciar ou aprofundar a cooperação com os outros. É a essência da água, o espírito da chuva. Este glifo foi engendrado num dia Aj (B’en) e seu destino é atrelado ao glifo Toj (Muluk).

VOLTAR